domingo, 13 de julho de 2008

Mundo Cearense - Parte 2

Neste final de semana tive a honra de conhecer um bar fim de noite da cidade. O nome do local é Tocantins, mas foi carinhosamente apelidado pelos frequentadores de Toca. O movimento no Toca começa por volta das 3 da manhã e segue até o amanhecer do dia. O lugar é uma mistura de Bar do Ceará (nos tempos áureos de Sigma), Terapia e Piauí. É uma pérola onde você encontra mais pérolas ainda.
Chegamos no recinto por volta de 1:30 da manhã e fomos recepcionados por uma baratinha que corria do movimento em busca de uma das falhas nas paredes do Toca. Os garçons usam uma gravata curta e o som é comandado por um trio de músicos idosos, que só tocam músicas de compositores antigos, como Cartola e Sergio Bittencourt. Eles não recebem cachê, portanto o saxofonista toca entre as mesas em busca de uma contribuição pelo trabalho.
O microfone no Toca é público. Qualquer um pode dar uma palhinha. Volta e meia um mais animado pega o microfone e canta o que dá na telha. Alguns casais se levantam para dançar enquanto nas mesas as pessoas tomam cerveja geladíssima, comem uma batata com porção extra de óleo velho ou tomam um caldo de peixe de aparência duvidosa que é o campeão de audiência dos bêbados do local.
O Toca é divertido porque dá de tudo. Gente de todas as idades e tudo quanto é tipo. O lugar é democrático e todo mundo vai ali pra se divertir. Ou para tomar uma saideira antes de ir para casa. Lá você conhece e interage com várias pessoas, até porque as mesas no Toca são muito próximas umas das outras e apesar do local ser grande, o movimento se concentra no salão perto dós músicos. O Toca é realmente um lugar que vale a pena conhecer no Ceará! Eu recomendo!

5 comentários:

Dante Accioly disse...

Da última vez que estive por aí, tomei umas boas e geladas cervejas no Tocantins. O bar fica bem pertinho do apartamento do meu irmão, que mora aí na Praia de Iracema - atrás da ponte. O que achei mais legal foi justamente essa coisa dos músicos. A gente estava tomando umas e, de repente, chega um cara com uma escaleta. Nunca tinha visto alguém tocar escaleta em bar. Mas o cara tocou. E mandou muito bem. Vou passar uma semana por aí no final deste mês. Quem sabe a gente se esbarra no Tocatins. :)

Bel Lucyk disse...

Lá em casa tem uma escaleta. A gente só desenterrava quando fazíamos mudança! Daí sempre alguém se aventurava a tocar. Mas é muito dificil!! eheheheh
Imagina fazer isso em público! =)
O Toca é realmente muito divertido e provavelmente vou passar sempre por lá depois da balada. ;)

Felipe Campbell disse...

Caramba, Piauí, Terapia e Bar do Ceará você foi longe demaaaaais. Ave maria!!!

Apesar de não gostar nenhum pouco de neguinho bêbado cantando, eu gostei do restante da descrição do lugar. E se um dia for por aí, já sei onde vou tomar umas. Seja com você ou com o Dante. Mas se bem que ele é furão, não vai mesmo. Então vou tomar uma no Toca com você.

Beijocas!!!

Marcelo Faccenda disse...

Então tá marcado! Da próxima vez que eu for a Fortaleza, antes de vc faturar seu troco no meu hotel, me leva pra Toca, ok?

Bel Lucyk disse...

- Bóris, quando vc vier eu te levo no toca, mas com uma condição: para de discordar de mim no blog alheio! uahauahuaha Brincadeiras a parte, lá é legal mesmo! Bjs
- Marcelo, vc vai me sacanear pro resto da vida, né? Combinado. Da próxima vez, nada de carangas, só caldo de peixe no Toca! =)