quinta-feira, 7 de agosto de 2008

"Fetiche"

Uma das coisas que eu mais presto atenção em um homem é na voz.
Não vou dizer que é a primeira coisa que me chama a atenção porque este detalhe eu só percebo quando a comunicação já está estabelecida.
Mas é fato. Homem com voz bonita e com o sotaque certo me desmancham! Não estou falando de homens que tenham voz de locutor de rádio não. Nem tem um único tipo de timbre de voz que me atrai. Não sei dizer ao certo porque a voz de alguns me interessa e de outros, simplesmente passa desapercebida.
Para exemplificar, num mundo de pessoas impossíveis, eu me derreto com a voz do Seu Jorge e do Zeca Baleiro.
Geralmente todo mundo que tem um sotaque de paulistano também ganha pontos comigo. Hoje conversei com um cliente por telefone, não o conheço pessoalmente, mas se a voz for compatível com o que minha imaginação criou a partir do telefonema, ele é lindo!
Mas isso nem sempre dá certo. Eu tenho mania de imaginar como são as pessoas que eu converso por telefone, quando não as conheço pessoalmente. Uma mania minha. Logo quando comecei a trabalhar aqui, entrei em contato com um cliente que solicitou algumas vagas na área comercial e durante todo o processo seletivo conversamos por telefone. Quase todos os dias. A voz do cara era um espetáculo. Linda. No dia em que agendamos as entrevistas finais, já com o cliente, foi uma decepção. O cara que me apareceu era careca, baixinho e casado! Afffff
Mas a voz era linda!

6 comentários:

ANDREA MENTOR disse...

Hahahahaha! Ai Bel, só vc! Mas agradeça a Deus que vc só imagina a pessoa. E quem já faz todos os planos e constroe uma linda história de amor?!?! "Tenho uma amiga" que se não se cuidar casa com a imaginação... Eita!!! Flor, a voz do S. Jorge é um escândalo!! Beijo grande

Ele disse...

Entendo perfeitamente. Isso acontece-me com as atendentes de telemarketing (pois). É divertido imaginar a cara por tras da voz :)

Paula Menna Barreto Hall disse...

Quando eu trabalhava em Brasília e ligava para o escritório do Rio, o André, o recepcionista que nunca conheci, atendia o telefone. Cada uma das vezes eu falava como a voz dele era linda. Ele ria e ficava meio sem graça. Eu me divertia! Que moço da voz bonita!!! E eu ficava imaginando a mesma coisa...ele devia ser um gato! risos, risos. beijos

Felipe Campbell disse...

Eu amo sotaque gaúcho e carioca. Paulista acho meio palha. Mas mulher falando francês é algo de derreter também...

Bel Lucyk disse...

- Andrea, realmente eu nao sou como sua amiga! Mas que é divertido imaginar como são as pessoas que você conversa muito por telefone, isso é! =)
- Davi, eu geralmente nao fantasio com o povo de telemarketing nao. Até pq eles sao taaaao chatos!
- Paula, eu tenho um amigo que começou um rolo desse jeito!
- Boris, tá combinado entao! Eu fico com meu cliente e te apresento a candidata que encaminhei para ele: ela morou um ano na França! ;)

Jow disse...

Alex Bawer te encantou, né?