sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Infância


Eu já contei que tenho 3 irmãos? E que sempre fomos muito unidos? E que morávamos num apartamento tão pequeno quando éramos crianças que precisávamos usar a imaginação para criar brincadeiras? E que adorávamos pão?
Lá em casa, todo mundo sempre foi doido por pão. E, claro, minha mãe definia que nunca podíamos comer pão próximo ao horário de almoço porque senão perderíamos a fome. Mas éramos bem persistentes! Lembro que tínhamos um ritual para pegar pão escondido próximo ao horário de almoço:
Nessa época, quem trabalhava lá em casa era a Maria. E não deixava ninguém chegar perto do cesto de pão depois do horário de lanche. Meus pais sempre estavam trabalhando nesse horário. Um belo dia, não lembro qual inventou a história, mas deu certo e sempre executávamos o plano em duplas. Um de nós saía de casa discretamente, enquanto a Maria ficava na cozinha preparando o almoço. O outro se escondia estrategicamente na sala, enquanto os outros dois ficavam no quarto dos meus pais esperando o pão! O que saía, tocava a campanhia e descia as escadas correndo e se escondia atrás da parede. Enquanto Maria ia atender a porta, o que estava escondido na sala ia correndo até a cozinha, pegava um ou dois pães e saia correndo em direção ao quarto dos meus pais.
Maria, óbvio, voltava puta da vida para a cozinha, reclamando das pessoas a toa que faziam isso com ela com tanta regularidade. E a gente, enquanto isso, dividindo o pão no quarto ao lado!

PS - quando nos mudamos para uma casa maior, encontramos numa bolsa da minha mãe que ela já não usava e ficava no cabideiro, um monte de pão velho. Fomos desmascarados! =)

5 comentários:

Anônimo disse...

Não era maria... era Deusina.

Bel Lucyk disse...

oxe! eu lembro da gente fazia isso com a maria baixinha!

ANDREA MENTOR disse...

Tb ADORO pão!!!! Pena que é de carboidrato. ÓDIO!!! Beijo

Anônimo disse...

Ainda bem qe pão é carboidrato...

Felipe Campbell disse...

O seu irmão é um mala!