quarta-feira, 10 de setembro de 2008

O fantástico mundo dos livros


Há alguns dias, uma amiga me pediu um livro para ler, pois vai fazer uma viagem longa de avião e queria algo para ajudar a passar o tempo. Ela não tem o hábito de ler e disse que por isso não queria comprar um livro e me pediu emprestado.
Eu fui olhar a minha pequena biblioteca e vi que deixei muita coisa para trás quando me mudei para Fortaleza. Alguns livros que foram muito importantes e que eu simplesmente não sei onde estão. A maioria eu emprestei. E durante muito tempo li apenas livros técnicos. Comprei alguns desde que vim para cá e fui olhando cada um deles, e lembrando de outros que não estavam lá, tentando me decidir qual emprestaria para minha amiga:
- O Purgatório - a verdadeira história de Dante e Beatriz - Mário Prata. Comprei por impulso, em uma das últimas visitas à Siciliano. Peguei para olhar porque gosto do autor e quando li a contra-capa, decidi comprar na hora. Leitura divertida e despretenciosa. Li um dia desses no site dele que vai ser lançado um filme sobre a história. Vale a pena conferir. Emprestei para minha irmã na minha última visita à Brasília. E deixei de brinde o Ensaio sobre Cegueira do Saramago simplesmente porque esqueci no carro.
- Travessuras da Menina Má - Mario Vargas Lhosa. Conta uma história de amor entre um intérprete peruano que tinha como sonho morar em Paris e de uma mulher que entra e sai da vida dele quando quer. Me identifiquei com os dois personagens, em momentos diferentes, no decorrer da história.
- A Menina que roubava livros - Markus Zusak. A história se passa na Alemanha Nazista. O livro é sensível e forte. Mas emprestei um dia desses e o livro está passando uma temporada em Brasília.
- Mentiras no Divã - Irvin D. Yalom. É um bom livro, mas não é o que mais gosto do autor. Os outros dois que já li - 'A Cura de Schopenhauer' e 'Quando Nietzsche chorou' estão em algum lugar do mundo em que eu não tenho idéia. Mas coloquei este como um finalista para minha amiga decidir se leria ou não o livro.
- Mulheres que correm com os lobos - Clarissa Pinkola Estés. Um dos grandes livros que já li. Fala sobre o arquétipo da mulher selvagem. Este livro quebrou todo o preconceito que eu tinha sobre Jung. Mas é muito denso para uma viagem de avião. Foi descartado.
- Marley e eu - John Grogan. Por motivos óbvios eu adorei o livro. Mas a minha amiga não é apaixonada por bichos, então foi descartado.
- As Flores do Jardim de nossa casa - Marco Lacerda. O título me chamou a atenção e quando li um pouco sobre a história, achei interessante. Depois fui me tocar que no fundo o personagem me lembrava Eduardo Marciano, personagem de um dos meus livros prediletos. É uma leitura leve, que prende a atenção. Inclui este como finalista também.
- O Encontro Marcado - Fernando Sabino. É o livro que fala sobre o Eduardo Marciano, que na verdade, conta um pouco da vida do autor. Li na época da escola e comprei no começo do ano uma edição comemorativa e, claro, reli o livro e lembrei porque tinha gostado tando da história. Também foi finalista.
Trouxe os livros para o trabalho e entreguei para a minha amiga. Expliquei um pouco sobre a história deles. Ela levou para casa e leu um pouco de cada. Resultado: ela vai levar o Encontro Marcado. E viva Fernando Sabino!
E só para finalizar, encomendei na Siliciano um livro chamado Cartão Postal - de Sócrates a Freud e Além - Jacques Derrida. Estou contando os dias para chegar, pois namoro o livro desde o ano passado, mas nunca o encontrei e também achava um pouco caro para encomendar. Quando fui adquirir meu último livro para ler, criei coragem e pedi. Me disseram que chega em duas semanas!

14 comentários:

myspace bestpage disse...

well its nice to know that you have great hits here.

Paula Menna Barreto Hall disse...

Bel, ótima seleção. Eu gosto muito de Fernando Sabino também. Mas to curiosíssima pelo "Mulheres que correm com os Lobos", de Larissa Pinkola Estés, será que encontro aqui em Inglês? bjs

Felipe Campbell disse...

Esse ano voltei a ler bastante, depois de um longo e tenebroso inverno.

Biografias, livros dos ingleses tipo John O Farrel e Nick Hornby e algo que remeta a viagens.

To lendo "Noites Tropicais" do Nelson Motta e ja ta na fila as melhores entrevistas da Rolling Stone americana.

Uhu!!!!

Beijocas

Bel Lucyk disse...

- Paula, tem o livro a venda em inglês na Amazon. O título é tradução literal (do inglês para português - Clarissa Pinkola Estés). A autora não é brasileira! =)

- Bóris, eu ando numa fase maníaca de livros também. É muito bom! Eu quase comprei esse da revista Rolling Stone. Depois me diz se vale a pena! beijocas

Madame Mim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Madame Mim disse...

A menina que roubava livros- achei meia boca.
Marley e Eu- Amei, adoro cachorro, então não sei se essa opinião é muito imparcial.
bjos

Bróder disse...

Estou lendo um livro bem legal: "Cisne Negro, o Impacto do Improvável", que fala sobre a previsibilidade da vida como um todo. Eu recomendo:)

Bel Lucyk disse...

- Madame Mim, eu gostei tanto da menina que roubava livros! eu comecei a ler, parei, recomecei, parei. Mas quando peguei gosto pela coisa, não larguei mais! =)
- Dani, eu tava com vc quando ocê comprou esse óóó. Depois manda pra mim que eu quero emprestado! PS - já recuperou os outros dois? beijos

Bróder disse...

Ainda não:( Mas espero fazer isso no próximo final de semana.

Felipe Campbell disse...

Bróder é a Daniella Lucyk?

Anônimo disse...

Oi Dona Béulica!
Saudades de você!
Adorei a seleção de livros! hahahaha
Vou anotar todos! Nessas minhas viagens intermináveis eu leio váaarios!
Beijo grande!
Cacá.

Bel Lucyk disse...

Boris, broder eh a dani.
Caca! Quando eh que vc vai voltar aqui no Ceara! Saudade tbem! Depois indica alguns que eu retomei meu habito de leitura. bj

Anônimo disse...

Ai, Bel, eu tô super envolvida em ler aquela mega coleção: Operação Cavalo de Tróia. Os livros são ótimos e contam passagens da vida de Jesus, não tão fiéis aos evangelhos que conhecemos.
Só tem um problema, a leitura é meio truncada. Tem umas partes meio viajantes e super descritivas de uns processos físicos que às vezes dá vontade de pular e ir ao que interessa, hehehehe. Ganhei o primeiro volume de aniversário e já li o segundo também.
Agora estou lendo um do mesmo autor (J.J.Benitez): Rebelião de Lúcifer. Esse é mais dinâmico, mas não deixa de ter umas partes viajantes também. Quando terminar eu digo o que achei!
Enfim, não sei quando irei a terra do sol escaldante novamente! Mas, quando for, eu aviso pra você!
Beijocas da Cacá.

Bel Lucyk disse...

Eu adorei Cavalo de Tróia, mas só li o primeiro. Li alguns outros do autor. Gosto da forma como ele escreve. Li um que conta a história dos OVNIs na zona 51 nos EUA. Nao lembro o título. ADOREI.
beijocas