terça-feira, 21 de abril de 2009

Surpresa boa

Ontem, véspera de feriado, acordei mais cedo que o normal, fui para o trabalho, adiantei minhas atividades e às 4 fui até um possível cliente. Duas horas depois, negócio já fechado e ouvindo uma musiquinha, peguei o caminho de casa.
O trânsito de Fortaleza é algo indescritível. Mas depois de 40 minutos num engarrafamento sem sentido, cheguei em casa e liguei o computador para começar a trabalhar na demanda do novo cliente. Eis que o interfone toca:
- D. Isabel, tem um sedex aqui pra senhora!
- Pra mim? Eu não encomendei nada!
- Sim.
- Ok, vou buscar.
Eu estava cansada, com preguiça... mas quem me conhece sabe que sou curiosa demais. Então, peguei o elevador, desci os 21 andares e cheguei até a guarita do porteiro. O remetente era uma tal de Cosac Naify, uma empresa de São Paulo. Abri o pacote, ansiosa, enquanto voltava de elevador para meu apartamento. Vieram 3 marcadores de livro, um cartão e um embrulho prata.
Quando li o cartão, meu rosto já se iluminou. Minha querida tia, que mora em Curitiba e sabe da minha paixão por livros, me enviou 3, acompanhados de um cartão lindo!
O primeiro deles, li em questão de minutos. É um livro infantil - "A princesa medrosa",de Odilon Aires. Minha tia me conhece muito bem, apesar de pouco tempo de convivência, nos tornamos mais do que tia e sobrinha, mas amigas. E entendi bem o que ela queria me dizer com essa fábula bem simplória.
Os outros dois vou precisar de tempo para ler. Como eu que faço o meu, vou me programar direitinho para voltar a ler no final do dia: "História do Olho", de Georges Bataille, um clássico da literatura erótica. O outro é de um autor russo: "A gaivota", de Anton Tcheckov. Nunca li nada de nenhum dos dois, mas estou louca para lê-los. Tia Detinha sabe das coisas. E o mais legal, a gente sempre compartilha e troca idéias sobre tudo, inclusive sobre literatura!

12 comentários:

rc disse...

To precisando de uma tia assim... bibliófila, liberal e mão aberta!

Fafá Póvoas disse...

Eu tambeeem quero uma Tia assim!! aahahahah

Antonio Ximenes disse...

Bel.

Eu sou curioso também... eu li teu texto só pra descobrir o que era o sedex.

Eu desci contigo os 21 andares... rsrsrsrs... só lendo o post... rs.

A tua Tia Detinha foi super legal.

Abração.

Paula Menna Barreto Hall disse...

Bel, a minha tia "Detinha", chama Delinha, de Délia Marise. Como vocês, nós somos mais que tia e sobrinha. Me deu saudade. beijão e aproveita os livros!!!

Bel Lucyk disse...

- RC! Eu tento postar no seu blog há dias e simplesmente não consigo. =( Será que o problema é só no meu computador? beijos
- Fafástica! Tia Detinha é show. Vc vai adorar conhecê-la!
- Antônio, foi sim! Foi o primeiro presente de aniversário que recebi (adiantado!) =)
- Paula, que bom que vc tem uma tia tao querida assim! E olha a coincidência! Nomes super parecidos! =) Beijos

RC disse...

Agora funcionou! Prometo ser mais eficiente!

Bel Lucyk disse...

=)

Madame Mim disse...

Então tu tem uma tia que mora na minha terrinha. :)
Vc gosta de Ctba? Eu adoro, só não gosto do frio.
Livro é o melhor presente.
bjos

nai disse...

Bel, tá na hora de vir visitar sua tia heim....

bj

Bel Lucyk disse...

- Cris, não conheço Ctba ainda, mas estou ávida para ir. Vc mora na city ainda?
- Nai, provavelmente chego aí em setembro! =)

Madame Mim disse...

Moro aqui sim.
E já tá frio.
Qdo aparecer, dê um toque, viu?
bjos

Anônimo disse...

Oiêêê!
Parabéns pelo seu niver ontem , 1º de maio!
Presente adiantado, cumprimentos atrasados!
Tias velhas são assimmmmmm...
Adorei seus textos.
adorei tudo!
Beijão