sexta-feira, 15 de maio de 2009

...

Ando ansiosa.
Olho o relógio a cada quinze minutos.
Abro meu email a cada dez.
Olho meu celular a cada cinco.
Sinto taquicardia a cada dois.
Já em casa, mudo de canal a cada intervalo.
Ou no meio do programa.
Abro um livro, mas não leio.
Faço uma prece antes de dormir, mas não presto atenção no que falo.
Tento dormir, mas minha mente não deixa.
Tento ouvir música. Mas nenhuma me preenche. Troco de música a cada segundo.
Penso no que me causa a inquietação.
Mas não consigo me concentrar.
Ando muito ansiosa para isso...

4 comentários:

Fafá Póvoas disse...

Amiguiaaaaaaaaaaaaaaa esse pequeno texto do Paulo Coelho é para você!

"Os fins e os meios
Um guerreiro sabe que os fins não justificam os meios. Porque não existem fins; existem apenas os meios.

A vida o carrega do desconhecido para o desconhecido. Cada minuto está revestido deste apaixonante mistério: o guerreiro não sabe de onde veio, nem para onde vai.

Mas sabe que não está aqui por acaso. E se alegra com a surpresa, encanta-se com paisagens que não conhece. Muitas vezes sente medo, mas isto é normal em um guerreiro.

Se ele pensar apenas na meta, não conseguirá prestar atenção aos sinais do caminho. Se concentrar-se em apenas uma pergunta, perderá várias respostas que estão ao seu lado.

Por isso o guerreiro confia, e se entrega."

Bel Lucyk disse...

amiga, se entregar é muuuuito difícil... mesmo.
Haja exercício diário pra isso!
Adorei o texto. Lindo!
Te amo.

Madame Mim disse...

Parece DDA, :P.
bjos

Bel Lucyk disse...

Cris, nunca neguei! kkkkk
bj