terça-feira, 16 de junho de 2009

História de Táxi

- Pra onde, Sra.?
- Vou para o Setor de Postos e Motéis Sul, ao lado da Concessionária da Mercedes. Mas antes, preciso passar num banco para sacar dinheiro.
Este foi meu diálogo inicial com o taxista Romeu, que me levou até meu carro, que chegou hoje de caminhão cegonha de Fortaleza. Desligada como sou, esqueci a senha de segurança cadastrada na véspera e bloqueei o cartão. Enquanto eu gerava um transtorno aos meus queridos irmãos, que fizeram um esquema de logística para me entregar o dinheiro, puxei papo com o motorista:
- Você é daqui?
- Não, sou de Pernambuco.
- Tá aqui há quanto tempo?
E foi assim que Romeu me contou a história de sua vida: assim que chegou na cidade, começou a trabalhar em uma casa noturna. Pediu seu desligamento para abrir sua locadora, em Santo Antônio do Descoberto. Nesta época, era evangélico. Resolveu sair da Igreja quando a filha do pastor começou a dar em cima dele. Vendeu tudo que tinha e voltou para o Pernambuco com a famíia. E lá... gastou todo o dinheiro.
Eu questionei o rapaz como ele tinha feito isso. E ele sorriu e disse: Ah, com as meninas, né?
- Mas você já não era casado?
- Era.
- E a sua esposa?
-Sou casado com ela ha 12 anos. Se ela me largasse, eu morria. Não vivo sem ela.
- Qual foi a última vez que você traiu sua esposa?
- Sexta-feira. Falei que ia trabalhar de noite e fiquei com uma loira linda no bar.
- Ah é? E você tira a aliança?
- Não, a aliança é chama de mulher! Elas caem matando! E eu sou bom de papo.
Eu só dizia que morria de dó da mulher dele. E que ele era sem vergonha. E o rapaz ria e contava mais aventuras...
Desci do carro, desejei juizo pra ele. E ele continou dizendo: mas é a natureza do homem!
E eu ri e disse: espero que meu próximo namorado não tenha a mesma filosofia que você.
E apesar dos percalços e transtornos para chegar no meu carro, me diverti conversando com o pernambucano sem vergonha!

6 comentários:

RC disse...

Sábio motorista de táxi! Sempre digo: ouça os motoristas de táxi...

Bel Lucyk disse...

KKKKKKKKKKK
RC, não vale! =)

Madame Mim disse...

Amo histórias de taxistas, já escutei cada uma.
Pernambucano safado, ahah.

Renata disse...

kkkkkkkkkkk
estou arrasada!!!

Bel Lucyk disse...

- Cris, lembrei de vc quando conversei com ele, porque ja li histórias ótimas de tx no seu blog!
-Rê nao ficaaaaaaaaa!

CAMILA MÁXIMO disse...

OH RAÇA!