segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Roupa de festa


Durante toda a minha vida, sempre tive minhas roupas prediletas, fosse uma calça jeans, uma blusa, um brinco, um casaco... enfim... sempre tenho uma peça que eu adoro usar. E isso começou bem cedo. Lembro de um maiô que eu usava quando tinha uns 4 anos. Era azul e branco e tinha um desenho de uma baleia linda que acompanhava perfeitamente a minha barrigona que eu cultivava com muito orgulho na época. Chorei tanto quando perdi meu maiô enquanto voltávamos da fazenda. Ele voou da carroceria da caminhonete e ninguém quis parar e ele se foi. Por muito tempo eu procurava meu maiô quando passávamos pelo local em que ele tinha caído. Grudava a cabeça no vidro do carro e ficava concentrada, procurando, em vão, o maiô.
Eu também tinha um conjuntinho amarelo cheio de letrinhas do alfabeto. Era lindo! Naquele tempo eu tinha 6 ou 7 anos e essa era a minha roupa de festa. Não adiantava minha mãe insistir. Na minha cabeça de "Mônica" não existia outra coisa para vestir. Infelizmente, na realidade não existia um armário só com aquele conjunto. Mas tudo bem, na hora de sair de casa, nada me satisfazia além dele.
Eis que um dia fui em uma festa na casa de uma amiguinha de escola. Não me lembro porque cheguei no evento depois de meus irmãos. Só sei que coloquei minha roupa amarela e fui me sentindo poderosa para o local do aniversário. Cheguei quase na hora dos parabéns e já tava todo mundo reunido. Do nada, minha irmã mais nova solta pra todo mundo ouvir: eu tinha certeza que você vinha com essa roupa!
Todo mundo riu e eu, morri de vergonha.
Depois desse dia, nunca mais usei minha sopa de letrinhas.

7 comentários:

Jow disse...

uar! fui eu que falei! auhauhauhauhauh!!!!
Estou aqui morrendo de rir!

Bel Lucyk disse...

Jow, vc é evil! kkkkkk
=) mas que foi engraçado, foi!

Antonio Ximenes disse...

Hoje você acha engraçado... rs.
Mas naquele dia teu sangue deve ter borbulhado... rs.

Eu também tinha meus jeans favoritos... que sempre reinaram sozinhos até se rasgarem... rs.

Abração pra tu.

Camila Máximo disse...

A Jow tem esse senso de humor sarcástico desde sempre, né? hahahaha
Beijos!
Espero que nosso almoço saia dessa vez!!!
Cacá.

Bel Lucyk disse...

- Antônio, é claro que no dia eu queria sumir! Mas que agora é engraçado, é?
- Cacá, desde que nasceu ela é assim! rs rs Nosso almoço vai sair sim! =) Beijocas

Stella Tavares disse...

Identifiquei-me demais com o post. Também aconteceu comigo de eleger uma roupa. Isso acompanhou-me por longos anos. Na adolescência ainda me lembro de uma roupa que faz parte de minhas lembranças mais incríveis.
Bjs

Bel Lucyk disse...

Stella, bem vinda ao blog! =)
é engraçado isso que fazemos, né? de ligarmos uma roupa, música, cheiro às lembranças!
tenho roupas de adolescência que me trazem ótimas lembranças tbém! Beijos