terça-feira, 22 de setembro de 2009

Você


Tive notícias suas.
Há tempos não temos contato.
Mas volta e meia sua vida vem até a minha, pulando o muro que coloquei entre nós.
Sei de você sem procurar saber. Sua vida vem e me incomoda. Impregna. Me paralisa.
Não sei como fazer para que ela não pule o muro.
Não sei como fazer para que as notícias não cheguem.
Na verdade, quero aprender a não me incomodar com elas.

8 comentários:

ॐ Camila Anastasi disse...

Tem noticias que nao precisam chegar... elas tambem sao percaptiveis dependendo do grau de ligaçao entre cada um!

Bel Lucyk disse...

Camila, concordo contigo. Acho tbém que tem coisas que não precisam chegar e que existem esses casos de ligação. Mas sei tbém que se tem que aprender a lidar com essas coisas, né? Beijocas

MaxReinert disse...

Sei exatamente como vc se sente!
Dam it!

Bel Lucyk disse...

Max, Dam it! ;)

Camila Máximo disse...

ah, se os muros que a gente tenta colocar fossem o bastante... Tornaria tudo tão mais fácil.
Como eu já disse várias vezes, a cada dia você se supera, amiga!
Adoro seus textos!
Beijocas da Cacá.

Anônimo disse...

Textaço, Bel!
Diz tudo, poeticamente tudo.
Amo!
Beijos

Silvia Caroline disse...

parece que isso foi escrito por mim!

parabéns, tenho passado por isso ultiamente.

:*

Bel Lucyk disse...

- Cacá, o melhor é não ter muros. É conseguirmos ser fortes mesmo! =)
- Silvia, o legal dos blogs é a gente saber que nem sempre sofremos sós, né?
- Anônimo, obrigada pelo elogio! =)