quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Fox: pequeno pra quem vê, gigaaante pra quem anda!


Hoje é o niver daquele cãozinho adorado de quem tanto falo nesse blog. Lembro de quando ele chegou em casa. Meu irmão resolveu comprar um cachorro e até hoje joga na minha cara que quem tem a nota fiscal é ele e por isso o cão é dele. Bem, nessas horas eu digo que pai/mãe é quem cria, e não quem compra.
Ele era tão frágil! Semanas depois, descobrimos que ele não tinha sido vermifugado: numa noite, acordei com ele desesperado por causa dos vermes que saiam pela boca e nariz. Foi uma das cenas mais grotescas que já vi. Corremos para o veterinário e ele passou quase uma semana internado. Lembro de ter chorado quando vi aquele minúsculo cão com uma tala na pata para o soro e a boca imobilizada pra não tirar a agulha do lugar. Ele era tão pequeno!
Quando voltou pra casa já começou a colocar as "patinhas" de fora e por vários meses chegava em casa e encontrava alguma coisa errada. Eram rastros de destruição: restos de sapatos, sandálias, bolsas, sofá, mesa, cadeiras, fios... Ele mordia tudo que encontrava pela frente. Passada essa fase, veio a do latido, que só descobrimos muito tempo depois, quando um vizinho perdeu a paciência e escreveu no livro de ocorrências do prédio que era só ficar sozinho que o Zeca latia feito doido: ele odiava ficar na varanda.
O mais engraçado é que ele sabe quando faz coisa errada. E é só chegar em casa e não encontrar o cachorro da skol rodando e pulando na sua frente que dá pra saber que alguma coisa que não deveria, ele fez: fuçar no lixo, fazer xixi em local impróprio, comer o que não deve, bagunçar alguma coisa... enfim. Ele é um verdadeiro mala.
Mas não é só de coisas erradas que vive o Zeca. Ele é manhoso, adora cafuné, adora se aninhar ao lado de qualquer pessoa que esteja no sofá. Ele sabe quando alguém não está bem e fica o tempo todo ao lado, fazendo companhia. E às vezes ignora quando a gente fala pra ele descer do sofá ou da cama e coloca a carinha na perna ou no braço de quem precisa de apoio. É impossível não dar um sorriso quando ele faz isso. Quando ele surta, rende boas risadas, correndo descontroladamente de um lado para o outro, pulando nas camas, sofá e em quem estiver por perto.
Eu poderia escrever mais milhoes de coisas, mas vou ficar por aqui. É isso: Zeca. Há oito anos tornando nossas vidas mais divertidas. Parabéns, cãozinho!

10 comentários:

Indiara Oliveira disse...

Parabéns, amiga! Sei como as mães ficam orgulhosas no aniversário do filho - heheheheheheehe!!!
Beijos

Vivian disse...

...como não gostar de um Zéca
com todas estas qualidades?

que lindinho!

beijos

Camila Máximo disse...

Bom, lembro quando esse cãozinho chegou na sua casa e era vítima constantes de suas investidas, rsrs. Ele adorava ficar pulando em mim sem parar! Acho que cachorro sente quando a gente gosta deles!
Era ele ou o Juquinha que de vez em quando rasgava dinheiro??? kkkkkkkkk
Bom, que o Zeca ainda tenha muuuuitos anos de vida pela frente!
Beijocas da Cacá.

Madame Mim disse...

Que fofo com a língua de fora!
"não é só de coisas erradas que vive o Zeca", "é só chegar em casa e não encontrar o cachorro da skol rodando e pulando na sua frente",kkk, mto bom, adorei!

Parabésn, Zeca!

Joana disse...

foto da época que zequia bebia, né? devia estar de ressaca...

Bel Lucyk disse...

- Amigaaaa, obrigada! Zeca agradece! E sim, morro de orgulho! kkkkkk
- Vivi, se um dia vc tiver oportunidade de vê-lo ao vivo e a cores, vai entender =)
- Cacá, vc precisa matar saudade do Zeca. E espero que ele tenha no mínimo 10 anos de vida ainda. rs rs
- Cris, vc precisa conhecer esse cão!
- Jow, essa foto já foi na época abstêmia dele. bj

Rodrigo disse...

Ola passando para uma visita aguardo a sua, tenho selos para vc um abraço



http://coisasetcetaldigo.blogspot.com/

Bel Lucyk disse...

Oi, Rodrigo

obrigada pela visita e obrigada pelos selos =)
vou passear no seu blog agora =)

Fafá Póvoas disse...

kkkkkkkkkkk essa fotenha do Zeca ta demááás!

Love uu

Madame Mim disse...

kkkkkk...
vim só para olhar de novo o Zeca com a linguinha de fora....que fofo!!!
beijos