sexta-feira, 9 de julho de 2010

Bicicleta dos sonhos

Acho que era meu aniversário, não me recordo bem, mas sei que era uma data comemorativa. A casa era a que cresci e estacionados na porta, contrariando a época, estavam um punto amarelo ovo e um stilo amarelo bebê. Ainda na contramao do tempo, meus dois primos, hoje adolescentes, queriam saber qual era o tipo de música que tocava na Makossa, uma festa que tem pelas bandas do planalto central. E lá fui eu levá-los até o local para que vissem o dj passando o som antes do início do evento.
Ali encontrei alguns parentes que não via há muito tempo e resolvemos tirar uma foto para a posteridade. Nessa hora, mais uma contrariedade com as leis da lógica: eu estava ao lado de todo mundo para sair na foto, mas também era responsável por clicar o botão do outro lado da câmera. E ao clicar, ao invés de bater a foto, começou a passar os videos super 8 que foram feitos por meu avô e meu pai durante nossa infância. E a partir daí eu nem lembrava mais das pessoas esperando para a fotografia.
E eis que minha vó apareceu por lá e estava com uma bicicleta monark. Acho que era a que meu irmão tinha na época de infância. E me ofereceu uma para que eu voltasse com ela pra casa. Mas a minha não era normal: ela não tinha rodas e no seu lugar, duas pernas de pau. E quando eu girava o guidão, as pernas se movimentavam e eu saia do lugar. A sensação que eu tinha me lembrava a cena do Senhor do Anéis, em que Merry e Pippin atravessam uma floresta em um Ent. E antes que eu chegasse em casa, meu despertador tocou e eu acordei!

8 comentários:

camilamaximo disse...

Seus sonhos são fantásticos! Me lembra até o fantástico mundo de Bob!
Beijocas da Cacá

Joana disse...

No meu sonho o meio de transporte foi mais legal: nós andávamos de helicóptero, todo aberto... parecia de brinquedo. Era tudo muito simples mas, mesmo assim, tive que assumir o controle porque você desceu rápido demais e a gente foi parar no meio do oceano... barbeira!

C@urosa disse...

Olá Bel, que belo sonho, eu adorei, leitura agradável, ainda mais por ser ciclista e sonhador...

forte abraço

C@urosa

Vivian disse...

...você sempre tão fantásticas
com seus escritos inspirados!

adoro...

obrigada pelo carinho das palavras
quanto aos nossos dramas pessoais,
que só mudam de endereço, porque
as lutas são iguais.

o jeito e abraçar a causa
e seguir na certeza do
dever cumprido.

bjbj

Rafael disse...

É melhor parar com as drogas antes de dormir, rs!
Beijos

Bel Lucyk disse...

- Vivi, obrigada também pelo apoio! E vamos que vamos que tudo vai dar certo. Sempre! =)

- Rafa, tá cada dia pior, né? Bora correr! kkkkk

OLIVIA NADA PALITO disse...

quanto tempo que nao ouvia "bicicleta monark", nossa! adorei o texto. e o sonho... saudade do que nao volta mais, mesmo que nao tenha sido tao legal... luto por crescer... beijooo

Bel Lucyk disse...

Déa, a bicicleta do meu irmão tinha um tigre lindo desenhado. E ela era toda preta. Linda!
ps - to adorando que você voltou a escrever e voltou a me visitar aqui! =)
beijocas