domingo, 28 de novembro de 2010

O Zeca e a (minha) meditação

Fiz um curso de meditação no final de semana passado e desde então tenho reservado alguns minutos de todas as minhas manhãs para isso. Já comecei um texto sobre a Vipassana e como tem sido importante utilizar esta técnica e como é interessante a filosofia que está por trás dela, mas irei concluí-lo até o final de semana e posto aqui.
A história de hoje, como o próprio título já diz, é sobre o meu cão e este meu novo ritual. Neste domingo de sol acordei cedo para ir ao parque da cidade, não sem antes praticar a meditação. Minhas irmãs estiveram fora durante todo o final de semana, então fiz minha prática com a porta do meu quarto aberta, já que não tinha barulho ou movimentação no apartamento.
Eis que algum tempo depois de começar a meditar, ouço o barulho do meu cachorro entrando no meu quarto. Segundos depois, ele subiu na cama e eu continuei ali, tentando manter todo o foco da minha atenção no movimento das minhas narinas enquanto o ar entrava e saía durante minha respiração. Eis que sinto duas patas repousando sobre minhas mãos. Em seguida, senti essas mesmas patas sobre meu peito e logo depois, lambidas frenéticas na minha bochecha.
Tive uma crise de riso que, óbvio, acabou com toda a minha concentração. E quanto mais eu ria, mais o Zeca se empolgava em lamber meu rosto. Na verdade, ele estava fazendo pressão para seu passeio matinal e fez como em outros momentos, quando simplesmente me acordava com lambidas, barulhos de orelhas balançando ou arranhando a porta do meu quarto. E, tadinho, quando fizemos o passeio depois da minha meditação, que tive que recomeçar do zero, agora com a porta fechada, descobri porque ele estava tão aflito para passear!

2 comentários:

Camila disse...

Tô com saudades desse Zeca! Preciso deixar digitais nele, tem muito tempo que não faço isso!
kkkkkkkkkkkkkkkkk
Beijocas da Cacá pra você e pro Zeca.

Bel Lucyk disse...

ahahahahha
deixar digitais no Zeca é ótimo!
e, principalmente, ele vai deixar muitas em vc! uahauahauahuaha
beijos