segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Meu momento "Carla Perez" em 2010 foi...

... semana passada.
Quem me conhece sabe que uma das coisas que mais me tiram do sério é o tal do erro de português. É óbvio que não sou perfeita e cometo minhas gafes por aí, mas me policio ao máximo para evitar deslizes. Vale dizer também que devo essa minha neurose obsessiva ao Wellington, meu querido professor de gramática do segundo grau. E é graças a ele e ao meu amor pela leitura que geralmente consigo me sair bem nessa área... mas...
...semana passada paguei um mico. Saí com um gatinho na quarta passada e papo vai, papo vem, cerveja vai, cerveja vem... não lembro ao certo o contexto e eu soltei algo do tipo: isso foi há muito tempo atrás.
E ele, que já sabia da minha mania, perguntou:
- porque você usou o atrás?
- ué, pra enfatizar o há.
- Bel, fica redundante. É tipo subir pra cima.
- Jura? Tá bom, vou me policiar.
- E afim e a fim? Qual a diferença?
Nessa hora voltei no tempo, me vi na sala de aula, quando o Wellington me ensinou a regra gramatical e falei com toda a segurança do mundo:
- A fim separado é finalidade. E quando escrito junto, vontade.
- Hum, se eu disser que estou a fim de você é uma palavra só?
Nessa hora lembrei a regra de português e vi o tamanho da (segunda) asneira que falava num único encontro!
A minha sorte é que ele me conhece e sabe que eu não sou uma anta. Porque já deixei de sair com um cara por muito menos... mas isso é assunto pra outro post! =)




Nenhum comentário: