quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Peraí... 2010 tá acabando?

E agora?
E os objetivos escritos naquele papelzinho na madrugada, no primeiro dia do ano que está terminando?
Sabe?
Aqueles pedidos feitos depois de pular as ondas?
Depois de guardar na carteira as sementes de uva?
Como fazer para torná-los realidade?
Você esperou o ano inteiro porque sempre tinha ainda o ano inteiro pela frente?
E agora, como colocar em prática aqueles pedidos e objetivos escritos e cuidadosamente dobrados em 7 vezes naquela folha de papel branquinha?
E agora que só faltam 31 dias?



Como é que você quer terminar 2010 e começar 2011?

Corre! Você ainda tem 30 dias... valendo!

6 comentários:

MaxReinert disse...

E agora é correr pro abraço!
Se jogar com tudo em 2011, pq 2010 já tá dando sinal de que não vai longe....
Mas, as vezes, as melhores coisas acontecem nos 45 do segundo tempo... nunca se sabe!

Larissa Bohnenberger disse...

Ótimas perguntas!
Eu, particularmente, parei de pedir e desejar coisas para o próximo ano...
As coisas nunca acontecem da forma que a gente quer mesmo, pelo menos sem expectativas não há decepção. E o que vier de bom é lucro.

Bjs, Larissa (http://oelementofogo.blogspot.com/)

Nana disse...

Gente, acredita que eu não fiz nenhum pedido esse ano? Eu heim, parece que já sabia que o trem não seria bom. Acho que não me dou bem em anos pares...rs Melhor começar a lista de 2011 então... :)

napontadosdedos disse...

Isso me fez lembrar de olhar o que escrevi 1º de janeiro...rs

Bel Lucyk disse...

- é isso aí, Max! Aos 45 do segundo tempo sempre rola alguma coisa boa! E inesperado é sempre melhor! ehehehhe
- Larissa e Nana, esse ano também nao fiz esse ritual, que sempre fazia. Só tinha pedido equilíbrio, paz e saúde. E acho que to conseguindo chegar lá! =)
- E aí, napontadosdedos? Conseguiu alcançar muito do que vc escreveu? ehehehhe

beijos pra vcs e até amanhã =)

aclb disse...

O que a gente faz com tantos pedidos escritos no primeiro dia do ano?

Acho que podemos esquecer e aprender de uma vez que o bom da vida é que tudo é imprevissível e cheio de surpresas...

obrigada pela visita.