segunda-feira, 7 de março de 2011

Esperando, esperando, esperando

Ando completamente sem inspiração, mas nao quero abandonar meu querido blog. Então... compartilho com vocês um texto que escrevi em 2008, no primeiro ano do Meu Mundo.
Bom carnaval!

Marina nunca gostou de esperar. Na sua vida, sempre tomou a frente dos projetos em que se envolvia simplesmente para que não ficasse dependendo demais dos outros. Ela achava que depender de alguém não era bom. Era sinal de fraqueza...
No trabalho, se dava muito bem com as pessoas. Aliás, todos gostavam de trabalhar com ela: Marina sempre resolvia qualquer problema, nunca deixava para depois... em alguns casos, ficava até 10, 11 da noite no trabalho, mas sempre resolvia suas pendências. E a dos outros, quando estas impactavam no seu desempenho.
Mas ela, sem perceber, tinha levado isso para seu lado pessoal. Achava que era sinal de fraqueza demonstrar seus sentimentos, pois isso significava ter que esperar e aceitar uma resposta sobre o sentimento do outro. E mais, a partir do momento em que estivessem na mesma sintonia... teria que dividir, pois as decisões não seriam só dela... ela não teria mais o controle da situação.
Não é preciso dizer que seu último namoro terminou porque ela não queria pedir pra ele ficasse. Ela fingiu que não sentia nada. Era mais fácil... assim ela não ficaria à mercê da resposta dele. E na cabeça dela, não teria que esperar
Ledo engano...dizem que até hoje Marina espera... o feitiço virou contra o feiticeiro... hoje ela não espera mais o ex... hoje ela simplesmente espera. Não sabe ao certo o que. Às vezes dá um passo aqui, outro acolá, sempre achando que está se antecipando. Mas... cuidado, Marina... apesar de achar que não, você continua esperando.

Um comentário:

Vivian disse...

olá Flor!

Mulher que sonha.
Mulher que trabalha.
Mulher que luta.

Mulher mãe.
Mulher filha.
Mulher que manda
e que ama.

Mulher de erros e acertos.
Mulher de atitudes.

Mulher de palavras doces
Mulher decidida.

São tantas qualidades para
tentar definir esta criatura
abençoada por Deus, e que,
por vezes nos perdemos
em palavras.

Você, mulher, faz parte
disso, representando com
doçura e determinação um
universo totalmente
desconhecido, que a
cada dia revela-se
ainda mais misterioso
e, portanto,
apaixonante.

Parabéns MULHER,
pelo nosso dia!

Beijos, querida!