quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Meu livro favorito em 2011

Essa é fácil.
Em 2011 deixei um pouco de lado a literatura russa e passei a ler outros autores. Primeiro porque volta e meia esquecia meu livro e lá estava eu na livraria do aeroporto comprando um para passar o tempo e, geralmente, algo bem comercial. Em segundo, porque não estava querendo nada muito denso pra ler, e se tem uma coisa que meus queridos russos fazem muito bem é escrever livros bem analíticos, com personagens bem complexos que me fazem viajar, sempre. E, bem, em 2011 eu já viajei demais no sentido literal da palavra.
Das leituras bem comerciais, vou citar duas gratas surpresas:
- Fora de mim, de Martha Medeiros. Não é um livro leve, mas bem interessante. O livro é praticamente um monólogo para o ex. A personagem conta para ele como foi o término do relacionamento dos dois (na visão dela) e os desdobramentos da vida dela (e dele também) durante anos depois. Li num vôo entre Recife e Brasília.
- Os Espiões, de Luis Fernando Veríssimo. Esse livro é divertidíssimo e leve. Também li inteiro num desses milhões de vôos que fiz neste ano e conta a história de um editor que começa a receber rascunhos de um livro e decide ir até uma cidade do interior para descobrir o que estava acontecendo com a suposta escritora, que estaria sendo ameaçada. É uma comédia com um quê de suspense. Confesso que ri sozinha em várias passagens do livro.
Mas o livro que mais gostei em 2011 foi Misto Quente, de Charles Bukowski. Também foi um livro comprado em livraria de aeroporto. Nunca tinha lido nada do autor, apesar de ter boas referências, e simplesmente, amei. Ele é politicamente incorreto e divertido, mas nem por isso seus personagens deixam de ser complexos. Esse livro é meio que uma autobiografia do autor e conta a historia do personagem desde a infância e tem como pano de fundo os Estados Unidos logo após a recessão de 29 e todo o impacto que esse cenário tem na vida de sua família, completamente desajustada. Pra quem gosta de um bom livro, é diversão garantida.

3 comentários:

rchia disse...

Taí uma bela dica. Vou botar esse Bukowski na minha lista...

Mog disse...

Adorei as três dicas. Só não li nada da Martha Medeiros ainda.
Meu livro favorito foi Contos de amor de loucura e de morte, do Horácio Quiroga.

Beijokas
:D

Bel Lucyk disse...

- rchia, leia. Vc vai adorar! =)
- Mog, não conheço o autor! Valeu pela dica, vou colocar na minha listinha do próximo ano! Bjs e obrigada pela visita!